Total de visualizações de página

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

15 TENDÊNCIAS PARA O MARKETING EM 2015/2016



  • Sincronia ao planejar a mídia veiculada na internet junto com a mídia à ser veiculada em emissoras de televisão
  • Sincronia ao planejar a mídia veiculada dentro de redes sociais como o Facebook, Linkedin, Twitter, etc
  • Planejamento da publicidade em micro-vídeos a serem veiculados em sites da internet arrumados junto com os textos publicados nos sites.
  • Elaboração de uma estratégia de compra de produtos, se baseando na tecnologia que sustenta a mídia.
  • Geolocalização tem que ser muito bem utilizado, para facilitar a comunicação entre fornecedores e consumidores.
 
  • Mudança de humor do consumidor (investir em bom atendimento)
  • Usar o passado como ferramenta no presente
  • Desgaste da Teoria do Posicionamento  (investir em novidades)
  • O crescimento da economia colaborativa
  • Internet das Coisas  (equipamentos wireless: smartphone wireless, televisor smart-tv wireless, telefone IP wireless, camera IP wireless, roteador wireless, notebook wireless, impressora wireless, etc)


  • Humanização do Branding (Midias Sociais x Marcas de Empresas)
  • Inbound Marketing (Marketing de Conteúdo de Empresas x Consumidores)
  • Links Patrocinados (Elaboração de Publicidade em Redes Sociais)
  • Veiculação de propagandas na internet, elaboradas em vídeos online
  • Email Marketing e para uso em posterior envio de cobranças bancárias (consumidores tem que ter a sua ficha cadastral completamente preenchida informando o nome completo, cpf, profissão, nome da empresa que trabalha, cnpj, endereço completo, email e telefones de contato, dentro do site da empresa)

OS MELHORES PROFISSIONAIS DE MARKETING DO ANO 2015 JÁ FORAM PREMIADOS




https://wordpress.com/read/post/feed/5558684/897768775


Por Ana Mercedes Gauna (14/11/2015)

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Marketing de Fidelidade



Ontem de noite, eu li um texto falando de marketing de fidelização de cliente, como se isso fosse novo e criado na era digital em 2015.  Eu me lembro muito bem que isso já existia na década de 70, na década de 80, na década de 90, e isso era muito utilizado pelas empresas, em uma época que a maioria das pessoas ainda não utilizava a internet.  Nessa época, sem internet, a grande maioria das pessoas e empresas, enviavam as suas cartas e propagandas pelos Correios.

Alguém ainda se lembra  quais  eram  os  primeiros BBS? do Brasil (1991-1995)? E  que  são  os  nossos  primeiros  provedores de internet do Brasil (1995-1998)?  Eu ainda me lembro destes BBS (informados no Info&Etc do Jornal O Globo):   Centroin BBS (1991?-1995) * Unikey BBS (1991?-1996?) * Inside BBS (1991?-1995)  *  Mandic BBS (1991?-1995)  *  UOL (1991?-1996) * OnLine BBS (1991?-1997) * AOL (1997)  *  Terra BBS (1991?-1997)  *  MLS (1997)  *  IG (1998)  *  Ibest (1998) * Locaweb (1998) * BDI BBS (1995?-2001).   Nos anos 90, eu ainda me lembro que o registro  de  domínios  de  internet  do  Brasil  era  realizado  junto  à  FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).  Atualmente quem está administrando isso no Brasil é o Registro.BR + CGI.BR + NIC.BR.

Década de 90, alguém ainda se lembra de uma "guerrinha" de marketing que existiu?  Que existiu durante vários meses? Em casa sempre que eu ia pegar as minhas correspondências na caixa do correio, eu achava um CD-ROM junto com as minhas contas à pagar e cartas recebidas. Vocês ainda se lembram?  Sabe o que esse CD-ROM falava comigo?  "Ei, consumidor, instala o meu CD-ROM, porque esse meu provedor de internet e meu email, é melhor do que o dele" ? "guerrinha" = UOL (Universo Online)  x  AOL (America Online)  x  TERRA  x  INTER.NET  x  OI VELOX ?  Acho que eu recebi CD-ROM via Correios, foi durante 1 ano inteiro? Ou foi durante 2 anos inteiros?   Ou isso foi durante 3 anos inteiros?  :-)



15 TENDÊNCIAS PARA O MARKETING EM 2015/2016


OS MELHORES PROFISSIONAIS DE MARKETING DO ANO 2015 JÁ FORAM PREMIADOS



Por Ana Mercedes Gauna (14/11/2015)



https://anagauna.wordpress.com  |   https://about.me/anagaunaSenior System Analist | Webmaster | DBA | CCNA2 | ERP | ManagementRio de Janeiro/RJ - Brazil - 27 anos de experiência profissional (CLT)

Marketing de Conteúdo

Marketing de Conteúdo
Na década de 80, eu trabalhei durante vários anos em 3 empresas da área de publicidade:  uma empresa (Planerj Anúncios Especiais)  fazia  letreiros  de propagandas para divulgar anúncios no metrô e em painéis na rua; a outra empresa (J. B. Tanko Filmes)  tinha um estúdio de gravações e produzia filmes para veiculação em cinema; e a outra empresa (J. B. Tanko Filmes JBTV + InterFace Centro de Pós-Produção) produzia filmes em um estúdio de gravação com isolamento acústico + ilha de edição gráfica, e produzia vinhetas com chamadas comerciais de produtos para serem veiculados em cinema e televisão.  Eu adorava assistir as gravações, vi diversas serem filmadas.  Eles utilizavam diversas técnicas, entre elas: storyboard e chromakey.  Nessa época, a empresa que eu trabalhava  assinou um jornal,  durante  vários  anos,  que  eu  adorava  lêr:  Jornal Meio & Mensagem.  Na foto abaixo: camera de filmar profissional broadcast, a empresa que eu trabalhei  tinha  várias  dela,  e  eu  curiosa,  quis aprender a usar (me ensinaram como funcionava, mas não trabalhei usando).


Li nas últimas semanas textos de pessoas aqui no Linkedin e em outros sites online falando muito de marketing de conteúdo, e eu achei os textos confusos, não encontrei um ponto em comum no sentido dos textos.  Cada uma das pessoas descrevia de formas diferentes o que é um marketing de conteúdo.
Hoje vi no Facebook, gostei dele, achei o vídeo da vinheta de propaganda do evento e a forma como o site foi elaborado e arrumado, ambos muito bem feito, e na minha opinião esse site do evento, ele é um bom exemplo de marketing de conteúdo:  www.diversaooffline.com.br e este exemplo aqui eu vi hoje lá no Google+  dentro do R7 Notícias: http://www.supermercadosguanabara.com.br
Me  baseando  na  minha  experiência  de  já  ter trabalhado junto com diversos profissionais da área de publicidade e propaganda, ajudando sempre, isso feito durante vários anos, e observando o modo como eles trabalhavam, eu descrevo isso como sendo:
O cliente vem ao seu escritório junto com alguns colegas dele de trabalho, e traz um produto com ele, e fica falando com você a respeito desse produto que ele quer que seja vendido.  O que tem que se fazer com essa informação?
Primeiro passo: tem que anotar em um papel tudo o que o cliente falar a respeito desse produto (anotar todas as características do produto).
Segundo passo: você tem que pegar esse produto, se for um software tem que instalar, e tem que ir observando o produto e ir anotando todas as características que você observa existir no produto.
Terceiro passo: isso feito, você tem que comparar as duas anotações, analisar e tentar entender o que é o produto, tentar entender para que o produto serve, tentar entender qual é a utilidade desse produto.  Tem que conhecer o produto.
Quarto passo:  no caso existir ainda alguma dúvida quanto ao produto, tem que perguntar ao cliente.  Não existindo dúvidas, se começa a pensar como será feito a elaboração da publicidade, e escolher como será feito a chamada do produto.
Ultimo passo: tem que anotar em um papel todos os dados desse cliente, nome da empresa, endereço, telefone, fax, email, website, cnpj, ramo de atividade, nome completo dos responsáveis pela empresa e nome do produto do cliente, para calcular os custos, e posteriormente poder enviar um orçamento.
Eu já fiz a compra técnica de diversos produtos (equipamentos e software) nos últimos 20 anos para a empresa que eu trabalhei,  e alguns para mim mesma.  Eu sempre costumo pedir a ficha técnica de equipamentos para poder analisar as características técnicas de cada produto, para saber o quê o produto tem em comum um com o outro, e saber o que o produto tem de diferente dos outros.
Eu acho errado uma pessoa, querer vender um produto somente pensando no preço do produto, sem levar em consideração as características e qualidade do produto.  O que eu acho correto é avaliar a qualidade x preço dos produtos.
Por fim, eu gosto de comprar conhecendo o produto, o que é, o que ele faz. Eu tenho uma certa atração pelos produtos mais complicados, porque eu gosto de descomplicar. Algumas vezes o que é complicado para outros, para mim não é. Uns 20 anos atrás, era jovem, aprendia a usar tudo muito rápido.  Não aprendo mais as coisas tão rápido como antes. Aprender algo rápido é característica dos mais jovens.  Ultimamente eu tenho voltado muito no tempo, relembrando o passado.  O correto a se fazer, é esquecer o passado, e seguir em frente sempre.
 Por Ana Mercedes Gauna (11/11/2015) 

Marketing de Fidelização de Cliente


Ontem de noite, eu li um texto falando de marketing de fidelização de cliente, como se isso fosse novo e criado na era digital em 2015.  Eu me lembro muito bem que isso já existia na década de 70, na década de 80, na década de 90, e isso era muito utilizado pelas empresas, em uma época que a maioria das pessoas ainda não utilizava a internet.  Nessa época, sem internet, a grande maioria das pessoas e empresas, enviavam as suas cartas e propagandas pelos Correios.
Alguém ainda se lembra  quais  eram  os  primeiros BBS? do Brasil (1991-1995)? E  que  são  os  nossos  primeiros  provedores de internet do Brasil (1995-1998)?  Eu ainda me lembro destes BBS (informados no Info&Etc do Jornal O Globo):   Centroin BBS (1991?-1995) * Unikey BBS (1991?-1996?) * Inside BBS (1991?-1995)  *  Mandic BBS (1991?-1995)  *  UOL (1991?-1996) * OnLine BBS (1991?-1997) * AOL (1997)  *  Terra BBS (1991?-1997)  *  MLS (1997)  *  IG (1998)  *  Ibest (1998) * Locaweb (1998) * BDI BBS (1995?-2001).   Nos anos 90, eu ainda me lembro que o registro  de  domínios  de  internet  do  Brasil  era  realizado  junto  à  FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).  Atualmente quem está administrando isso no Brasil é o Registro.BR + CGI.BR + NIC.BR.
Década de 90, alguém ainda se lembra de uma "guerrinha" de marketing que existiu?  Que existiu durante vários meses? Em casa sempre que eu ia pegar as minhas correspondências na caixa do correio, eu achava um CD-ROM junto com as minhas contas à pagar e cartas recebidas. Vocês ainda se lembram?  Sabe o que esse CD-ROM falava comigo?  "Ei, consumidor, instala o meu CD-ROM, porque esse meu provedor de internet e meu email, é melhor do que o dele" ? "guerrinha" = UOL (Universo Online)  x  AOL (America Online)  x  TERRA  x  INTER.NET  x  OI VELOX ?  Acho que eu recebi CD-ROM via Correios, foi durante 1 ano inteiro? Ou foi durante 2 anos inteiros?   Ou isso foi durante 3 anos inteiros?  :-)


15 TENDÊNCIAS PARA O MARKETING EM 2015/2016


OS MELHORES PROFISSIONAIS DE MARKETING DO ANO 2015 JÁ FORAM PREMIADOS


 Por Ana Mercedes Gauna (14/11/2015)


https://anagauna.wordpress.com  |   https://about.me/anagauna
Senior System Analist | Webmaster | DBA | CCNA2 | ERP | Management
Rio de Janeiro/RJ - Brazil - 27 anos de experiência profissional (CLT)

terça-feira, 10 de novembro de 2015

APOSENTADORIAS NO BRASIL


Eu trabalhei durante 27 anos direto, e greve á algo que eu nunca fiz, e faltar algum dia no trabalho, foi algo raro feito.

Quem gosta e adora fazer greves, não raciocina direito.  Os dias faltados por motivo de greve, não conta como tempo trabalhado. Para se aposentar o trabalhador (Governo e carteira assinada) tem que ter comprovado 30 anos de trabalho comprovadamente pagos ao INSS.  quanto mais greves algumas pessoas fazerem, quando eles forem mais velhos, será com muita dificuldade que irão conseguir se aposentar por tempo de trabalho, exatamente por culpa das greves que fizeram quando eram mais jovens, porque faltará muito tempo ainda de trabalho para completar os 30 anos exigidos pelo INSS para aposentadoria.


Discordo destas notícias referentes aposentadorias que eu li esta semana nos jornais online na internet.....

 Regras antigas da LEGISLAÇÃO DE APOSENTADORIAS, tem que continuar valendo para todos os profissionais que tem mais de 20 anos de experiência (CLT) e que já estavam utilizando a lei em vigor e tem mais de 20 anos de contribuições já pagas (ha anos) ao INSS.

  

Existe a LEI EM VIGOR (ha dezenas de anos) referente a APOSENTADORIA PROPORCIONAL, na qual o homem e a  mulher com 25 anos de experiência profissional de trabalho (Governo e CLT) e com 25 anos de contribuições feitas e já devidamente pagas (anos atrás) ao INSS (PREVIDÊNCIA SOCIAL), já podem se aposentar e eles podem receber esse valor proporcional de aposentadoria.  Idade: Homem 53 anos | Mulher 48 anos



Pela  LEI EM VIGOR  naquela época, já era para eu estar aposentada desde que eu completei os meus 48 anos de idade, e sinceramente, até hoje eu ainda não fui capaz de compreender qual foi o porque do INSS (PREVIDÊNCIA SOCIAL) ter recusado minha aposentadoria.

Eu comecei a trabalhar em 1985 (sendo que faltar dias ao trabalho é algo muito raro por mim feito, e fazer greve é algo que eu jamais fiz), em 2014 completei os meus 27 anos de trabalho, todos os meus empregos foram com carteira assinada (CLT).

 


 

Eu não entendi ainda onde estas pessoas se enquadram dentro dessa nova regra.  Essa regra nova é somente para os jovens que estão começando a trabalhar agora em 2015?

Aposentadoria por tempo de contribuição  (INSS)


Dilma sanciona novas regras para aposentadoria  Nova fórmula 85/95 será válida até dezembro de 2018 (O GLOBO)

Dilma vai sancionar regra mais favorável para aposentadorias  (FOLHA DE SÃO PAULO)


Por ANA MERCEDES GAUNA
Senior System Analist | Webmaster | MCSE | MCDBA | CCNA2 | ERP | Management
27 anos de experiência profissional (CLT)